Estudos Galego-Brasileiros (Spanish Edition) by Francisco Salinas

By Francisco Salinas

Show description

Read Online or Download Estudos Galego-Brasileiros (Spanish Edition) PDF

Best spanish books

Spanish Pen Pals Made Easy (11-14 yr olds) - A Fun Way to Write Spanish and Make a New Friend

Now there is a good way for students to speak in Spanish with different Spanish audio system. Spanish Pen friends Made effortless comprises fill-in-the-gaps letters, so even scholars simply starting to examine Spanish could have the delight of having the ability to speak successfully within the language. For the instructor, Spanish Pen acquaintances Made effortless doesn't require fluency and is time-saving - very little practise is require.

Additional info for Estudos Galego-Brasileiros (Spanish Edition)

Example text

O Conselheiro. Não tem erro (Veiga 1989: 69-70). Ao acordar, o reconhecimento é mútuo, pois ele chega à conclusão de que ela era sua sobrinha. Assim, ele que não conversava com mulher frente à frente - e observe-se a mudança - considerando esssas criaturas como portadoras de malefícios para os homens, agora, queria falar com “Marigarda, mulher até puxada pra bonita, por conseguinte uma das que devia mais evitar”(Veiga 1989: 72). Esse e tantos exemplos marcam a gradual e significativa modificação de comportamento sofrida pelo Conselheiro.

O Conselheiro. Não tem erro (Veiga 1989: 69-70). Ao acordar, o reconhecimento é mútuo, pois ele chega à conclusão de que ela era sua sobrinha. Assim, ele que não conversava com mulher frente à frente - e observe-se a mudança - considerando esssas criaturas como portadoras de malefícios para os homens, agora, queria falar com “Marigarda, mulher até puxada pra bonita, por conseguinte uma das que devia mais evitar”(Veiga 1989: 72). Esse e tantos exemplos marcam a gradual e significativa modificação de comportamento sofrida pelo Conselheiro.

Todos se entreolhavam, na tentativa de saber o que o companheiro deduzia daquela mudança do chefe. Antes ele decidia sozinho e dava ordens, mas, na medida em que perdia a antiga casca, o Conselheiro percebeu que dali em diante ele deveria “ser mais mestre do que chefe” (Veiga 1989: 48). A nova assembléia democrática, sugerida por ele, foi testada com a proposição de se procurar um outro sítio para a comunidade. O Conselheiro não queria voltar para Canudos, pois, como afirmou, o arraial fora pisado pelos cascos do Anticristo, havia sofrido profanação: secara, morrera.

Download PDF sample

Rated 4.63 of 5 – based on 24 votes